Igreja Católica

Loading...

Páginas

sábado, 8 de julho de 2017

Os Sete Sacramentos da Igreja Católica Apostólica Brasileira


A Igreja Católica Apostólica Brasileira celebra os sete sacramentos:

Batismo - é o sacramento essencial, que nos faz oficialmente cristãos. Sem ele não é permitido receber os demais. Para que o Batismo seja válido é necessário que haja matéria (a água); a forma (as palavras:"Fulano, eu te batizo em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo"); e a intenção, que significa ter fé e permanecer fiel ao Corpo Místico de Cristo, que é a Igreja. O ministro do Batismo é o sacerdote, mas em caso de necessidade qualquer fiel pode realizá-lo, desde que siga os preceitos.

Crisma - é o sacramento que confirma o Batismo, daí se chamar também Confirmação, porque renova as promessas feitas no Batismo. O ministro da Confirmação é o Bispo; entretanto poderá ser um padre por delegação apostólica.  A matéria da Confirmação é o óleo (o Crisma), benzido pelo Bispo, em missa própria da Quinta-Feira Santa.

Eucaristia - é o sacramento da Comunhão (comum união) instituído por Cristo na Quinta-Feira Santa e deve ser renovado ao menos uma vez por semana. Este sacramento é a consagração do pão e do vinho, corpo e sangue de Cristo que nos lembra a doação de Cristo na cruz. "Isto é meu corpo que é dado por vós. Fazei isto em memória de mim!". "Este cálice é a nova aliança do meu sangue, que é derramado por vós". O ministro da Eucaristia são o Bispo e o Presbítero.

Penitência - trata-se de um sacramento estabelecido por Cristo, dando poder aos Apóstolos de perdoar os pecados. Este sacramento é ministrado pelo Bispo e pelo Presbítero na Igreja. "Recebam o Espírito Santo. Aqueles a quem  perdoares os pecados, serão perdoados; mas aqueles a quem não perdoares os pecados, não serão perdoados"(Jo 20, 22-23). O penitente deve estar arrependido.

Um detalhe importante: não há confissão auricular na Igreja Católica Apostólica Brasileira.

Unção dos Enfermos - antes conhecida como Extrema-Unção, geralmente é administrado ao doente que está gravemente enfermo. O sacerdote unge a fronte do doente com óleo, fazendo orações de penitência do enfermo.

Matrimônio - a união entre um homem é uma mulher é um sacramento instituído pelo próprio Deus (Gn 1,22), cujos ministros são os próprios noivos. O sacerdote é uma testemunha da Igreja que invoca as bênçãos de Deus para aquela união.

Ordem - sacramento que imprime caráter indelével quer seja no diaconato, presbiterato e episcopado. Somente o Bispo pode ordenar um Diácono e um Presbítero, e junto com pelo menos dois outros Bispos, ordena um novo Bispo para a Igreja. Desse modo, a Igreja tem a sua liderança  para ser perpetuada a Sucessão Apostólica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário